2009/06/30


ESCALA DIATÔNICA - É uma escala em que as notas sucedem-se por tons e semitons.

Devemos considerar dois tipos de escalas Diatônicas: Diatônica Maior e Diatônica menor. Estas escalas possuirão sempre 8 (oito) notas onde a oitava é a repetição da 1ª nota.

Exemplo: Escala Diatônica Maior de Dó - DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LÁ, SI, DÓ

Escala Diatônica menor de Lá - LÁ, SI, DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LÁ.

· Obs: A escala diatônica menor sofre duas variações. Além da vista acima, as variações ocorrem da seguinte forma:

Escala menor harmônica - tem o sétimo grau ascendente

Escala menor melódica - tem o sexto e o sétimo grau ascendentes.

2009/06/27


CURSO DE VIOLÃO
Cuidados com o instrumento


Um violão não pode ser tratado como um objeto qualquer, tratado de maneira correta ele pode ter uma longa durabilidade.Além de uma durabilidade maior, o desempenho e a qualidade sonora do mesmo, será de maior alcance. Para prolongar a vida útil do seu violão, são necessários certos cuidados. Algumas dicas para "proteger" o seu violão. Sempre que for guarda-lo , coloque-o dentro da capa ou case, pois, evitará que ele se exponha a poeira e a umidade dor ar. É válido lembrar que por o violão ser de madeira a umidade de dias chuvosos, dilata-o , assim pode trincar e mudar todo a parte sonora acústica do instrumento.Limpe-o sempre com flanela seca. Nunca com cera, pasta de polir, etc.
Isso pode, com o tempo, infiltrar na madeira mudando o som do mesmo.Se não for de costume usar o instrumento semanalmente ou mensalmente, aconselha-se a desafinar pelo menos , 1 tom e 1/2. Assim a pressão das cordas no braço será quase zero e não forçará tanto o cavalete.

2009/06/24


CURSO DE VIOLÃO E GUITARRA
INTERVALOS MENORES, DIMINUTOS E AUMENTADOS


Para obter os intervalos menores abaixa-se de um semitom os intervalos maiores. Para os diminutos, abaixa-se um semitom dos justos ou menores. Elevando-se os justos e os maiores em um semitom, obtêm-se os intervalos aumentados.

DÓ - RÉ
2M
2ª maior
DÓ - RÉb
2m
2ª menor
DÓ - RÉ#
2 aum
2ª aumentada

DÓ - SOL
5J
5ª justa
DÓ - SOLb
5 dim
5ª diminuta
DÓ - SOL#
5 aum
5ª aumentada

DÓ - SIb
7 m
7ª menor
DÓ - SIbb
7 dim
7ª diminuta

Ao se abaixar a sétima menor em meio tom, obtém-se a sétima diminuta, sendo o intervalo da sétima diminuta enarmônico* com o de sexta maior.

* Enarmônicos são notas com sons iguais e nomes diferentes.


2009/06/22


As escalas maior e menor natural são formadas pelas mesmas notas, mas com tônicas diferentes, daí serem relativas uma da outra.

Exemplo em Dó maior e Lá menor natural

DÓ - RE - MI - FÁ - SOL - LÁ - SI - DÓ

LÁ - SI - DÓ - RÉ - MI - FÁ - SOL - LÁ


Exemplo em Sol maior e Mi menor natural:

SOL - LÁ - SI - DÓ - RÉ - MI - FÁ# - SOL

MI - FÁ# - SOL - LÁ - SI - DÓ - RÉ - MI


Como se vê no exemplo em Sol, as escalas relativas têm o mesmo acidente (FÁ#). Sendo assim, a armadura de clave indica sempre a tonalidade maior ou menor relativa e vice-e-versa. O contexto harmônico é que vai indicar a tonalidade maior ou menor da música.


2009/06/17


Lembre-se sempre de que todo e qualquer contato que possa ter com o instrumento será válido, a intimidade que se ganha a cada dia é fundamental para um bom desenvolvimento. o Escolha um dia para dar uma geral em grande parte do que aprenderam. Como numa sequência, revise escalas, arpejos, acordes, padrões, etc...
o Estude sempre com o metrônomo, para ter a segurança do tempo de forma linear, trabalhando intensidade, duração, dinâmica, etc... Dessa forma, será mais fácil avaliar a evolução no instrumento e, com isso, reconhecer os pontos que precisam ser fortalecidos.
Duração
Quando houver um novo assunto, deve ser dada uma maior atenção para ele. Meia hora por dia com concentração será mais rico e proveitoso do que duas ou três horas dispersas. Como e quanto será absorvido do assunto vai sempre variar de pessoa para pessoa, mas a questão é a forma como é feito o estudo. É interessante dizer que todos os bons músicos que conheço estudaram assistindo à televisão. Como esclarecer isso?
Outro ponto importante a citar é a história de que "fulano estuda oito horas por dia!" Esse tipo de estudo, de longa duração, deve ser muito bem organizado. O cuidado com o corpo humano, a nossa máquina, é de suma importância. A atividade repetitiva pode gerar lesões graves, como a tão famosa inflamação nos tendões (tendinite).
Portanto:
1) Alongamentos nos braços e nos dedos antes, durante e depois dos estudos, são essenciais para o condicionamento e, assim, para um melhor aproveitamento do tempo. Caso contrário, você terá de interromper o aprendizado por causa do cansaço. Lembre-se: você é um atleta dos braços e dos dedos.
2) Planejar é importante. Alterne seus objetivos: rapidez, agilidade, tudo o que se refere a solos (escalas, arpejos, técnicas em geral), parte harmônica (acordes), ritmo e teoria.
3) Ouça de tudo. Escute tudo aquilo que possa contribuir para a sua formação como músico. É uma das melhores coisas a se fazer! Com esses cuidados, você irá planejar seu tempo e criar um ritmo próprio de estudo.
Amadurecimento
Acredito que no equilíbrio entre os objetivos por você desejado e o tempo dedicado para a conquista deles está a maturidade. Cada nota dada deve refletir a mais pura expressão da nossa vida, não apenas o resultado final de uma escala, mas sim ela toda em construção, da primeira à última nota. Por isso, o convívio diário com a música é fundamental.
"Você nunca recebe um desejo sem também receber a capacidade de torná-lo realidade" R. Bach

2009/06/11


CURSO DE VIOLÃO E GUITARRA
Intervalos


Intervalo é à distância entre duas notas. Os Intervalos equivalem aos números dos graus das notas da escala diatônica. Os graus são representados em algarismos romanos tendo cada nota de acordo com a sua ordem na escala a partir da tônica um grau equivalente, portanto o número do grau está vinculado ao nome da nota.

Vamos exemplificar na escala de C:

Notas da Escala Diatônica /Graus/ Intervalos

C I T (tônica)
D II 2M (segunda maior)
E III 3M (terça maior)
F IV 4j (quarta justa)
G V 5j (quinta justa)
A VI 6M (sexta maior)
B VII 7M (sétima maior)
C VIII 8j (oitava justa)
D II (oitavado) 9M (nona maior)
E III (oitavado) 10M (décima maior)
F IV (oitavado) 11j (décima primeira justa)
G V (oitavado) 12j (décima segunda justa)
A VI (oitavado) 13M (décima terceira maior)

Regra: "Os I, III, VI e VII graus podem ser maiores, menores, aumentados ou diminutos. Os IV, V e VIII graus podem ser justos, aumentados ou diminutos."


Representação Gráfica:

M – maior
m – menor
A – aumentado
º ou dim – diminuto
J – justo


Listagem de intervalos:

Usando o exemplo de Dó Maior

2M - está a 1 tom da tônica (D)
2m - está a meio tom da tônica (Db)
2A - está a 1 tom e meio da tônica (D#)
- não existe

3M - está a 2 tons da tônica (E)
3m - está a 1 tom e meio da tônica (Eb)
3A - está a 2 tons e meio da tônica (E#)
- está a 1 tom da tônica (Ebb)

4J - está a 2 tons e meio da tônica (F)
4A - está a 3 tons da tônica (F#)
- está a 2 tons da tônica (Fb)

5J - está a 3 tons e meio da tônica (G)
5A - está a 4 tons da tônica (G#)
- está a 3 tons da tônica (Gb)

6M - está a 4 tons e meio da tônica (A)
6m - está a 4 tons da tônica (Ab)
6A - está a 5 tons da tônica (A#)
- está a 3 tons e meio da tônica (Abb)

7M - está a 5 tons e meio da tônica (B)
7m - está a 5 tons da tônica (Bb)
7A - está a 6 tons da tônica (B#)
- está a 4 tons e meio da tônica (Bbb)

8J - está a 6 tons da tônica (C)
8A - está a 6 tons e meio da tônica (C)
- está a 5 tons e meio da tônica (Cb)

www.artmaia.com

2009/06/07


CURSO DE VIOLÃO - PROMOÇÃO
"Ganhe um Violão Eletro-Acústico"


Promoção válida até 30/07/2009

Você quer aprender a tocar violão e Guitarra em pouco tempo de modo rápido e sem complicações, e saber tudo o que é preciso para se tornar uma fera nesses instrumentos musicais e ainda contar com o suporte do Professor On-line para esclarecer todas as suas dúvidas, mas não tem tempo de frequentar uma escola de música convencional? Se a sua resposta for afirmativa, você precisa conhecer o Grupo ArtMaia Music www.artmaia.com , que é especializado no ensino musical a distância. Com 12 anos formando talentos em todo o Brasil!
Você pode ganhar um Violão Eletro Acústico e receber em seu endereço sem nenhum custo adicional. Basta acessar o nosso site, clicar em promoções e fazer o seu cadastro gratuitamente no Club ArtMaia.

Participe da promoção e Boa sorte!
www.artmaia.com

2009/06/05


CURSO DE VIOLÃO - Tom, Semitom e Sinais de Alteração
O intervalo ou distância entre dois sons é medida em Tons. No nosso padrão de música o Semitom é o menor intervalo entre dois sons e portanto um Tom é o intervalo formado por dois semitons.
Uma Maneira fácil de visualizar o nosso sistema de notas musicais é através do teclado do piano, onde as teclas brancas são as notas naturais (Dó, Ré, Mi ,Fá, Sol, Lá e Si que vão se repetindo em alturas diferentes como vimos anteriormente) e as teclas pretas correspondem as notas alteradas que possuem os mesmos nomes acrescidos do Sinal de Alteração. O intervalo entre as notas, seguindo a escala (todas as teclas brancas e pretas), será de um semitom.
No violão ou outros instrumentos de cordas dedilhadas que possem trastes (aqueles ferrinhos que dividem as casas no braço do instrumento), cada casa equivale a um Semitom.

Sinais de Alteração
Os sinais de alteração servem para modificar a entoação das notas naturais (representadas pelas teclas brancas do piano), podendo ser elevadas ou abaixadas (saltando para as teclas pretas do piano que representam as notas alteradas).
Na notação musical (pauta), os sinais de alteração são colocados antes da nota e na nossa escrita comum ou cifragem os sinais de alteração são colocados depois do nome da nota. Veja exemplo abaixo:

Dó# (Dó Sustenido)
Sib (Si Bemol)


www.artmaia.com