2009/05/11


CURSO PRÁTICO DE VIOLÃO - Raphael Maia

O novo livro de Raphael Maia "Curso Prático de Violão", já está a venda nas principais livrarias e bancas de revistas do Brasil.

Torne-se um mestre na arte de tocar o mais popular dos instrumentos


Você já sonhou em tocar um instrumento, tornar-se um músico ou, simplesmente, divertir e admirar a todos com o seu talento? Então aprenda com Raphael Maia, autor deste livro que guiará você pelo mundo da música e do aprendizado do violão popular.
Com um método 100% prático, voltado para iniciantes que estão tendo seu primeiro contato com o instrumento, este livro é também um guia de referência de técnicas básicas de violão, o que o torna ideal para adoção como livro de exercícios por professores e escolas de música.
Ao ler cada capítulo, que é equivalente a uma aula, ou ao acompanhar as explicações presentes no CD, você aprenderá:


- Macetes de afinação;
- Acordes ;
- Exercícios para as mãos esquerda e direita;
- A ganhar agilidade em ambas as mãos;
- Ritmo;
- Técnicas de solo;
- Tablaturas ;
- Exercícios com escalas;
- E muito mais.


ISBN 978857873022-2 Papel Offset 75
Formato 23 X 15,7 Páginas 128

2009/05/06


Curso de Violão - Escalas

Escala, como já vimos anteriormente, é o conjunto de notas organizadas em ordem gradual de altura ascendente ou descendeste.

Existem muitos tipos de escalas usadas na nossa música tais como: Exóticas, Bebop, Símétricas, Pentatônicas, Blues, etc... Entre muitas outras existentes em outras culturas musicas.

As principais escalas e bases para o nosso estudo de tonalidade são as Diatônicas e Cromáticas.

Escala Cromática

A escala cromática é composta por intervalos de semitons, ou seja de meio em meio tom (como vimos na aula anterior), podendo ser temperada (em instrumentos de afinação no sistema temperado) ou harmônica ( em instrumentos de som não fixos).

Escala Diatônica

A Escala Diatônica é composta por intervalos de tons e semitons diatônicos. É a escala da tonalidade, por exemplo a escala diatônica de Dó maior é a escala no tom de Dó maior. É mais comum ser chamada apenas de escala maior (Tonalidade Maior) ou escala menor (Tonalidade Menor).

As Escalas Diatônicas podem ser: Maior, Menor (primitiva), Menor Harmônica e Menor Melódica.

Escalas Relativas

As Escalas Relativas são aquelas que possuem o mesmo conjunto de notas. Sempre uma maior será relativa de uma menor e vice-versa. Por exemplo: Dó maior é relativo de Lá menor e Lá menor é relativo de Dó Maior, porque estas duas escalas possuem as mesmas notas.

Exemplo:
Notas da escala de Dó Maior: Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si
Notas da escala de Lá Menor: Lá Si Dó Ré Mi Fá Sol

Veja abaixo as escalas relativas:

Dó Maior <===> Lá Menor
Ré b Maior <===> Si b Menor
Ré Maior <===> Si Menor
Mi b Maior <===> Dó Menor
Mi Maior <===> Do # Menor
Fá Maior <===> Ré Menor
Sol b Maior <===> Mi b Menor
Sol Maior <===> Mi Menor
Lá b Maior <===> Fá Menor
Lá Maior <===> Fá # Menor
Si b Maior <===> Sol Menor
Si Maior <===> Sol # Menor

Escalas Homônimas

Escalas Homônimas são aquelas que possuem o mesmo nome, ou seja, possuem a mesma tônica.
Exemplo: Dó Maior é homônima de Dó Menor

Escalas Enarmônicas
Escalas Enarmônicas são aquelas que possuem o mesmo som, mas com notação diferente. Exemplo:
Escala de Fá # Maior - Fá # - Sol # - Lá # - Si - Dó # - Ré # - Mi #
Escala de Sol b Maior - Sol b - Lá b - Si b - Dó b - Ré b - Mi b - Fá

2009/05/05


Dando prosseguimento ao nosso curso de violão popular, veremos nesta aula, as partes que formam o violão:01 - Cabeça, mão ou paleta
02 - Pestana
03 - Tarrachas ou cravelhas
04 - Trastes


07 - Braço
08 - Tróculo (Junta do braço)
09 - Corpo
12 - Cavalete
14 - Fundo
15 - Tampo
16 - Lateral ou faixas
17 - Abertura ou boca
18 - Cordas
19 - Rastilho
20 - Escala

www.artmaia.com

2009/05/04

Para o violão popular não há uma posição padrão como há no violão clássico. Sentado o violonista apóia o violão sobre a perna esquerda, que devera estar apoiada em banquinho de mais ou menos vinte centímetros. O dedo polegar da mão esquerda deve permanecer sempre que possivel no centro posterior do braço do violão. Mas devemos observar algumas coisas necessárias a um melhor desempenho futuro. Se por acaso você quiser tocar de pé, será necessário que você adquira uma correia, que você poderá comprar em qualquer casa de venda de instrumentos musicais, esta correia deve ser bem larga para evitar que tenhamos dificuldades em permanecer durante um tempo muito longo com o instrumento pendurado devido a dores no ombro. Segure o instrumento de forma que sua coluna permaneça reta, ou seja, evite curvar-se para ver as casas no braço do violão, e se você ainda vai realizar compra de um violão, observe que em alguns violões os botões ficam na parte superior do braço justamente para que você localize as casas sem ter que olhar diretamente para as casas. Quando tocar sentado evite se apoiar sob o violão, permaneça com a coluna reta sempre evitando olhar para o braço do violão.

2009/05/03


CURSO DE VIOLÃO - Os acordes com pestana no braço do violão

Os acordes com pestana têm esse nome devido à função do dedo indicador, que atua como uma barra sobre as seis cordas, fazendo o papel da pestana do braço do violão (o material branco logo no início do braço do violão).
Dessa maneira, qualquer acorde que utilize cordas soltas pode ser tocado nas demais casas. A principal vantagem dos acordes com pestana é que eles são móveis. A mesma posição pode ser tocada em diferentes casas ao longo do braço, sem alterar a posição relativa dos dedos, formando doze acordes diferentes nas doze primeiras casas. A nota da casa em que a posição é montada determina o acorde.